facebook retarget

Sexo sem camisinha em filme pornô, é seguro?

Aperta o cerco ao redor de filmes adultos sem uso de preservativos

Qualquer um que tenha entrado em um Pornhub ou Redtube da vida (não vai fingir que nunca entrou), já deve ter percebido que a grande maioria dos filmes pornô não costuma ter uso de camisinha. Ainda mais os norte-americanos. Mas esta história pode estar para mudar.

Em julho deste ano,  a Aids Healthcare Foundation (Fundação de Cuidados de Saúde com a Aids) conseguiu reunir 370 mil assinaturas para convocar um plebiscito em Los Angeles, EUA, para tornar obrigatório o uso de preservativos em filmes pornográficos filmados na cidade.

Acontece que LA é um importante centro de produção de filmes pornográficos, e produtores já avisaram que, se a medida for aprovada, eles terão que se mudar para outro lugar. Apesar da luta da fundação para o uso de camisinha, não pense que o controle de doenças no universo pornô é uma várzea.

A APHSS, a Adult Production Health & Safety Services, ou Serviço de Saúde e Proteção de Produções Adultas , é responsável por fazer baterias de testes para DSTs com os atores de filme pornô a cada período de 14 a 28 dias. Tanto que, desde 2004, não há um caso registrado de um ator da indústria que tenha sido contaminado com HIV num set de filmagem. A  atriz pornô Stoya explicou recentemente como é feito o processo de análise antes de uma filmagem:

“Antes da filmagem o produtor imprime um certificado da APHSS da saúde cada ator para que nós assinemos . Depois, ele anuncia uma inspeção. Ele olha em nossas bocas, mãos e órgãos genitais, para ter certeza que não há feridas abertas. Ai, assinamos outro papel, afirmando que esta inspeção foi feita. Também podemos olhar para os genitais um do outro, e se vemos, ou cheiramos, algo de estanho, podemos cancelar a cena nós mesmos”.

Mesmo com toda essa vistoria, acontecem alguns delizes.  No fim de 2010, a indústria pornô de Los Angeles ficou parada por causa do teste positivo do ator Derrick Burts. O cara afirmou ter feito seus testes regulares, além de usar camisinhas nas Cenas com relações homossexuais, mesmo assim, seus exames comprovaram que ele estava infectado pelo vírus da Aids.

Outro caso mais recente ainda foi em agosto deste ano, quando o ator Mr Marcus falsificou seus testes que haviam dado positivo para sífilis. O cara causou uma paralisação de 10 dias nas filmagens de pornô, além de fazer com que mais de 1000 atores do ramo tivessem que tomar antibióticos como prevenção. Pelo menos nove atores acabaram contraindo o vírus por causa do cara, que ficou bolado com as críticas feitas a seus respeito, como podemos ver no tweet abaixo.

Além de atores que falsificam testes, ponho outro elemento na balança. Com a queda de vendas de DVDs e o aumento dos sites de vídeos pornográficos na internet houve um aumento na produção vídeos caseiros e de baixa qualidade.  Ou seja, o risco do participantes dos filmes se infectar é maior ainda, agora que a indústria não tem tanto controle sobre as obras sendo produzidas.

Apesar do seu uso não ser mais um tabu, a camisinha ainda é um elemento muito inconveniente na hora do sexo, quanto mais num filme pornô. Gosto do papel APHSS, mas acho uma pena que alguns atores consigam burlar seus exames e que pequenas produções não estejam sujeitas a seu controle.

Talvez o uso de camisinhas em filmes pornô ajude a disseminar o uso da mesma, e diminuir as DSTs no mundo, mas com certeza vai tirar um pouco da graça da parada.  E você, acha que o a camisinha tinha que ser obrigatória nos filmes pornôs?

Autor Edson Castro

Jornalista displicente e ilustrador sem talento. Coleciona livros, cicatrizes e histórias com mulheres malucas - no G+