Humanos estão programados para serem preguiçosos, aponta estudo

Shutterstock

Ir a academia ou ficar deitado, inerte, no sofá vendo TV?

Não se culpe por escolher a segunda opção. De acordo com um estudo feito por pesquisadores da Universidade Simon Fraser, no Canadá, os seres humanos são biologicamente ‘programados para serem preguiçosos.

A pesquisa revelou que o sistema nervoso do homem reprograma padrões de movimentos como andar, sempre em uma busca constante para gastar o mínimo de energia possível.

Esta constatação surgiu através de experiências destinadas a testar as teorias de como as pessoas aprendem a se mover. Durante o estudo, pesquisadores pediram a nove voluntários que usassem um tipo de aparelho ortopédico que dificultasse o ato de caminhar. Após alguns minutos, todos os voluntários já haviam modificado seu modo habitual de caminhar para usar menos energia, ou seja, queimar menos calorias.

“E, mesmo que eles fizeram isso para ganhar poucos por cento de poupança de energia. Otimizar o uso de energia com rapidez e precisão é um feito impressionante na parte do sistema nervoso. Você tem que ser inteligente para ser o preguiçoso!”, observa autor do estudo Jessica Selinger.

Shutterstock

“Fornecemos uma base psicológica para essa preguiça ao demonstrarmos que, mesmo em um movimento bem comum como andar, o sistema nervoso monitora, de maneira subconsciente, a energia usada e vai, continuamente, aprimorando e reaprimorando os padrões, em um exercício constante para se mover da maneira mais barata, com menos gasto calórico, possível”. Conclusão da pesquisa divulgada na publicação Current Biology.

Faz sentido que os nossos movimentos permaneçam maleável porque os corpos das pessoas e as tarefas que lhes são apresentados, pode mudar, acrescenta o professor de fisiologia Max Donelan.

“Otimização energética contínua beneficia a nossa capacidade de se adaptar os nossos movimentos, mantendo-os perto de energeticamente ideal. Ela ajuda mochileiros de forma eficiente a se adaptar aos novos terrenos, ajuda pacientes a compensar os déficits de movimento após a lesão ou doença, e, para melhor ou pior, ajuda a todos nós mover-se com o mínimo de energia possível”, finaliza Max Donelan.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »