Quando um cara feio tem chance?

Você aí, se olhando no espelho e duvidando do seu potencial, já parou para pensar que beleza é algo relativo? Já parou para pensar que existe gosto para tudo quanto é tipo de aparência e comportamento e que, na verdade, o mais importante é, sim, a sua personalidade e não os seus músculos ou rosto de bebê?

Você já deve ter se questionado sobre isso. Muitas pessoas já devem ter te falado as mesmas coisas que listamos acima, mas, mesmo assim, você não se convence de que realmente tem chance com aquela garota incrível.

Queremos tirar isso da sua cabeça uma vez por todas. Reunimos histórias reais e depoimentos de duas garotas – cujos nomes foram alterados para proteger suas identidades – sobre esse assunto e, apesar de extremamente sinceras, ambas definiram por meio a real importância da aparência na hora de conquistá-las.

Beleza é o cartão de visitas, mas cada cliente tem uma preferência diferente

Gosto é, sim, relativo. É lógico, existem padrões criados pela sociedade e repetidos à exaustão desde a nossa infância.

Crescemos acostumadas com galãs na TV que seguem determinadas características e, por isso, nosso subconsciente acaba procurando esses mesmos padrões.

Quando consideramos toda a questão evolutiva e reprodutiva, é comum acreditar que um determinado tipo de homem é o objetivo de toda mulher: forte, capaz de protegê-la e de gerar crianças saudáveis.

Mas, se a gente parar para pensar sobre esse aspecto, existem vários fatores conflitantes:

  1. Se a gente busca esse padrão natural, os galãs de novela não deveriam fazer parte do padrão de beleza, afinal, eles têm feições mais leves e traços mais discretos.
  2. Existem comportamentos naturais do ser humano que foram adaptados para a convivência em sociedade. Por exemplo, a gente sabe que não deve fazer xixi no meio da rua e nem comer arroz e feijão sem talher, e, se por acaso fizermos esse tipo de coisa, vamos nos sentir extremamente desconfortáveis e envergonhados.

Ou seja: além de determinados comportamentos, apesar de “naturais” para o ser humano, não serem praticáveis em sociedade, nós também evoluímos o suficiente para nos sentirmos desconfortáveis ou estranhos quando os praticamos.

Então, por que essa desculpa de um padrão masculino ou feminino “natural” continua sendo utilizada para julgar quem é ou não é atraente?

Que fique claro: não estou compartilhando dados ou pesquisas científicas aqui. A proposta é justamente refletir sobre o que estamos acostumados a ouvir todos os dias desde a nossa infância.

Quem é atraente para mim pode não ser atraente para outra mulher, e, assim como nós, mulheres, sabemos que o contrário também é real e procuramos homens que nos considerem atraentes, os homens devem fazer o mesmo.

Mas eu me sinto inseguro em relação às mulheres

Então você deve tratar a sua insegurança, e não aceitá-la. A confiança é a base para transmitir segurança e parecer ainda mais atraente para alguém.

É raro uma mulher ou homem se sentir atraído por alguém que não é seguro de si – sem exageros – e que, por exemplo, fala de cabeça baixa o tempo todo e não consegue estipular um diálogo saudável.

Mariana tem uma dica: “Eu não gosto dos caras que as minhas amigas gostam, por exemplo. Me sinto atraída por homens mais magros, com barba comprida e porte pequeno. Mas, se mesmo o cara que eu julgo ser o mais bonito da balada não consegue conversar comigo direito, eu caio fora. Então, seja seguro, aceite quem você é”.

É lógico, se a insegurança for consequência de algum problema psicológico mais grave, talvez algum profissional seja necessário para mudar o cenário mas, se esse não for o caso, use suas armas ao seu favor!

Você pode achar que o seu nariz é grande demais, mas quantos caras por aí não tem o nariz grande e as mulheres adoram? Você pode achar que é baixinho, mas quantos caras por aí com menos de 1,70 de altura não tiram vantagem disso?

Se você continua inseguro sobre algo em seu corpo, coloque algo que gosta em destaque

Créditos: Reprodução

Juliana é sincera: “Eu não me sinto atraída por caras mais gordos, não gosto mesmo. Mas, atualmente, namoro um garoto bem acima do peso e ele já me conquistou desse jeito”.

Ela continua: “É sério, pra ficar com alguém, você pode usar a sua aparência como porta de entrada, mas isso não é o bastante pra te manter com aquela pessoa. Eu fiquei com o meu namorado quando ele já era gordinho e, se ele não fosse tão gente boa e não tivesse tido a coragem de falar comigo na faculdade, eu jamais teria olhado pra ele”.

A sua aparência é o que você faz dela. Homens lindos podem parecer monstros depois da primeira noite, quando tomam uma atitude babaca ou desvalorizam a garota. Homens lindos podem parecer horríveis quando desrespeitam alguém, fazem piadas idiotas ou se comportam como crianças.

Homens que se consideram “feios” também podem agir assim e se tornarem realmente feios para os olhos das outras pessoas, mas, se um homem que se considera feio tomar atitudes incríveis e confiar em quem ele é, a aparência não vai importar.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »