Copa Africana de Nações 2013

58467596_zambia_getty2-e1351115108512 Começará no sábado, 19 de Janeiro, na África do Sul, o campeonato mais rico em cultura e diversidade que o mundo da bola nos proporciona, a Copa Africana de Nações (CAF). O torneio conta com dezesseis seleções e dará ao campeão uma vaga para disputar a Copa das Confederações em junho aqui no Brasil.

Além de toda as cores, ginga e musicalidade que os africanos exportam nessa competição, há um choque cultural entre as próprias seleções envolvidas no campeonato: os “europeizados” x “africanizados”.

A influência e importância dos europeus para a evolução do futebol africano é indiscutível. Os colonizadores ensinaram aos jogadores da Mama África o tático. Treinamentos, posicionamento, obediência e leitura de jogo, aliado a força e ginga, qualidades primitivas dos africanos, colocariam a África como uma potência mundial no esporte. Mas não! Sim, a fome, a falta de investimentos são fatores que impedem o desenvolvimento do futebol africano. Mas os moldes europeus estão engessando a espontaneidade por lá. O “futebol moderno” está renunciando à alegria, desmanchando a fantasia e apagando com a ousadia da África. a-costa-do-marfim-de-drogba-venceu-mali-e-se-classificou-para-a-copa-africana-de-nacoes-1328736560349_956x500 (1)

Seleções como: Nigéria, Costa do Marfim e Gana, serão sempre candidatas ao título da CAF pela quantidade de atletas consagrados que têm na Europa. Porém, isso não lhes garante nada. A última Copa das Nações Africanas em 2012 teve como campeã a Zâmbia. Neste ano, os tradicionais camaroneses sequer se classificaram para o torneio. Então pergunto aos leitores: Qual foi a última revelação do futebol africano?

Todos irão se lembram de: Eto`o, Drogba, Yayá Toure, Essien. Jogadores já experientes. E os novos?! Fiquemos atentos à competição continental que envolverá toda a África. Tunísia, Árgelia, Togo, Etiópia, Burkina Fasso, Congo, Níger, Mali, Cabo Verde, Marrocos, Angola… Nós gostamos de ser surpreendidos! Então que venham mais Camarões de 1990 com Roger Milla, mais Senegais de 2002 com Diouf. A África necessita resgatar a sua primitividade positiva. A ingenuidade, malemolência, improvisação e ousadia… Tirar as chuteiras europeias e jogar descalços. Sentir a terra entre os dedos e o barbante da costura da bola no peito dos pés.

O primeiro jogo da Copa Africana de Nações será entre África do Sul e  Cabo Verde às 14h. Texto escrito por Lucas Bueno do Paixão Clubística. Para ler mais sobre futebol acesse o site ou curta a página abaixo.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »