10 estádios que você precisa conhecer na América Latina

db1b67cd39636d4f4a7183554459292do

Conhecer estádios é um ato, para o fã de futebol, semelhante ao de entrar em uma igreja nova para alguém que é religioso. Você observa, admira, tira fotos, se emociona… Se tem a oportunidade de visitar o local e acompanhar uma partida então, aí a comparação com a religião ganha até mais força, pois o jogo recebe caráter de missa e a fé se faz muito presente.

Para você que é apaixonado por futebol, listamos 10 estádios históricos na América Latina que você precisa conhecer. Ou seja, se estiver passando por algumas dessas cidades, não perca a chance de pisar nesses templos da bola.

Estádio Centenario – Montevidéu (URU)

Centenario

O Estádio Centenario, em Montevidéu, recebeu nada mais nada menos que a primeira final de Copa do Mundo da história, em 1930, vencida pelos donos da casa. Ponto turístico da capital uruguaia, o local tem um museu do futebol para visitar em dias que o estádio não recebe jogos.

La Bombonera – Buenos Aires (ARG)

bOMBONERA

A Bombonera é um clichê dos estádios latino-americanos (e até mundiais), mas precisa ser citada e visitada. A casa do Boca Juniors impressiona por ser grande e, ao mesmo tempo, compacta. Se conseguir assistir a um jogo lá, melhor ainda, pois aí sim sua estadia em Buenos Aires terá sido completa.

Estádio Azteca – Cidade do México (MEX)

Estádio Azteca

Palco de duas finais de Copa do Mundo (1970 e 1986), o Estádio Azteca é um dos maiores estádios do mundo. Por sua história e pela portentosa estrutura, vale a visita de quem está passeando pela Cidade do México.

Estádio Monumental – Santiago (CHI)

monumental-colo-colo2

O Estádio Monumental David Arellano é uma das sedes da Copa América de 2015 e não impressiona por seu tamanho ou capacidade, mas sim por sua localização. O campo fica em uma espécie de “buraco” em Santiago e da maioria de seus assentos é possível admirar a Cordilheira dos Andes.

Estádio Atanasio Girardot – Medellín (COL)

Atanasio Girardot

O Atanasio Girardot, em Medellín, na Colômbia, possui uma curiosidade rara entre estádios na América-Latina: ele não tem alambrado. Nas laterais, o fim do setor de cadeiras dá exatamente em uma área com grama, no mesmo nível do campo e sem grande alguma. O estádio é de 1953 e faz parte de um complexo esportivo da cidade.

Monumental de Núñez – Buenos Aires (ARG)

Monumental de Nuñez

Assim como a Bombonera e o Centenario, o Monumental de Núñez também entra na lista de clichês. Mas em comparação com a casa do rival Boca, o estádio do River Plate é diferente no formato e em dias de jogo da equipe parece uma panela de pressão. O museu do clube também é muito bacana e merece a visita.

Estádio Nacional – Santiago (CHI)

Estadio Nacional de Santiago

O Estádio Nacional não é dos mais modernos nem dos mais bonitos no continente, mas a carga histórica que ele tem merece ser levada em consideração. Durante a ditadura de Augusto Pinochet, o Nacional serviu de local para a prisão e tortura de cidadãos chilenos. É o palco mais importante do futebol no país e sedia a maioria dos jogos da seleção.

Gran Parque Central – Montevidéu (URU)

Montevideo

Inaugurado em 1900, mas modificado após uma série de reformas, o Gran Parque Central é outro estádio de Montevidéu que precisa ser visitado se você está na capital uruguaia. O local, casa do Nacional, sediou a Copa do Mundo de 30 e, inclusive, foi palco do primeiro jogo do Brasil em Mundiais: Iugoslávia 2 x 1 Brasil.

Defensores del Chaco – Assunção (PAR)

Defensores del Chaco

O Defensores del Chaco é um clássico da América Latina e sedia as partidas da seleção paraguaia de futebol. Principal estádio do país, já teve seis decisões de Copa Libertadores decididas em seu gramado.

Tomás Adolfo Ducó – Buenos Aires (ARG)

Huracán

Mais um estádio de Buenos Aires, mas que foge totalmente ao lugar comum de Bombonera e Monumental. Casa do tradicional Huracán, o Tomás Adolfo Ducó tem até um Oscar no currículo. Isso porque o local foi set de filmagem para uma cena de O Segredo dos Seus Olhos, filme argentino – com a participação de Ricardo Darín – que venceu o prêmio de melhor estrangeiro em 2010.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »