Traí e estou arrependido. O que fazer?

Reprodução

Então, você foi infiel, pulou a cerca, traiu a confiança da sua parceira e agora está arrependido e não quer, de forma alguma, terminar com ela?

Moralistas vão dizer que você deveria ter pensado nisso antes de trair mas, como nós sabemos que o mundo não funciona desse jeito e, apesar de concordarmos que você pisou na bola, reconhecemos que erros acontecem. Selecionamos algumas dicas para tentar salvar o seu relacionamento.

De acordo com Vanessa Marin, especialista em relacionamentos do site LifeHacker, continuar o namoro não vai ser uma tarefa fácil mas, mesmo assim, é possível seguir o relacionamento depois de contar a verdade para a sua namorada.

Antes de tudo: eu realmente devo contar?

Créditos: Reprodução

Jane Greer, Ph.D, terapeuta sexual de Nova York e autora do livro: “What About Me? Stop Selfishness From Ruining Your Relationship” – em tradução livre: “E eu? Impeça que o egoísmo arruíne o seu relacionamento”, garante: “Embora ser honesto possa parecer a coisa certa a fazer, a decisão vai depender da forma com a qual você encara os seus erros e se você conseguiria viver com essa mentira”.

Ela explica: “O ideal seria ser honesto com a sua parceira e, então, ambos trabalharem a questão juntos, mas por muitas razões variadas, isso nem sempre funciona”.

Então: “Não conte para a sua parceira se você sabe que jamais a trairá de novo e que, se contar para ela, ela não te perdoará e o relacionamento vai chegar ao fim”. Mas, mesmo assim, Greer garante ser possível reconquistar a confiança depois de contar a verdade, e considera a sinceridade a melhor solução, principalmente quando a verdade está na cara da sua namorada ou existe alguma forma dela descobrir.

Jenni Skyler, Ph.D., e diretor do Intimacy Institute em Colorado, acredita que a melhor solução é contar a verdade pois você não pode ser egoísta duas vezes: “Se trair ameaça um relacionamento, esconder a traição ameaça ainda mais”.

Como um relacionamento verdadeiro é baseado em confiança e honestidade, para ele: “Pode ser ainda mais doloroso para sua parceira descobrir que você escondeu a traição dela e, apesar de confessar não minimizar a traição, pelo menos previne os danos de manter um segredo”.

Eu contei. E agora?

Créditos: Reprodução

Você precisa decidir o que quer. Seja bastante honesto consigo mesmo e entenda se realmente quer continuar o namoro e se não vai trair a sua parceira de novo. Por medo de machucar ainda mais a outra pessoa, muitas pessoas acabam investindo em um relacionamento depois da traição e, após algum tempo, acabam traindo de novo.

Não seja essa pessoa! Pense se realmente quer continuar o relacionamento e, se a resposta for sim, faça de tudo para reconquistar a confiança perdida.

Então, se você teve um caso que durou bem mais que um dia ou se você trabalha ou mora perto da outra pessoa, afaste-se completamente dela. Corte qualquer relação que possa te fazer pensar ou cogitar trair sua parceira novamente e faça o que você deveria ter feito desde o começo: respeite sua companheira.

Conte toda a verdade

Créditos: Reprodução

Você não precisa detalhar cada beijo e carícia, mas não esconda informações importantes. Se você começou a falar, conte tudo.

Não vai ser um momento agradável e vai ser bastante doloroso, mas é melhor ser completamente honesto do que esconder alguma coisa e, com o tempo, sua parceira descobrir e a confiança em você afundar ainda mais.

Aceite a culpa, arque com os danos, foi você quem causou essa situação. Aquela velha história de: “Eu traí porque faltava algo no meu relacionamento” é papo de quem não quer assumir a responsabilidade. Se você sentiu que faltava algo, deveria ter conversado com a sua parceira, procurado o que falta e não traído a confiança dela.

Então, seja corajoso e encare a situação com maestria.

Esteja presente, mas não encha o saco e não embarque em um relacionamento abusivo

Créditos: Reprodução

Você machucou a sua parceira, e agora você precisa encarar as consequências. Ela vai levar um tempo para voltar a ser a mesma pessoa de antes e confiar em você, então, tenha paciência.

Esteja ao lado dela mas não seja chato, ajude-a a entender que você não deixou de amá-la e que você nunca mais vai fazer algo assim. Ressalte que você decidiu continuar com ela e agradeça a chance que ela deu para você em manter o relacionamento, diga que vai honrar, como nunca, o amor de vocês.

Mas existem limites de ambos os lados. Você não precisa grudar no pé dela, mas ela também não deve invadir a sua privacidade e nem você a privacidade dela. Traições podem elevar o ciúme em ambos os lados e isso nunca é saudável.

Apesar de compreensível, não é certo que a sua namorada te impeça de sair com os amigos ou jantar fora em um evento de negócios. Porém, logo depois da revelação, talvez não seja a hora de sair com seus amigos todos os finais de semana sendo que você acabou de trair a sua namorada e ela ainda está sensível.

Por outro lado, não ache que ela vai fazer o mesmo com você e te trair. Controle seus impulsos e não vigie a vida dela, não peça para ver todas as conversas da sua namorada no celular ou no Facebook, não a siga quando ela sair e nem faça qualquer atitude abusiva e controladora que só prejudica os relacionamentos. Se vocês decidiram continuar, é preciso que ambos trabalhem a confiança e não se afoguem na insegurança.

Para isso, conversem com sinceridade e imponham limites.

Seja compreensível e sensível quando o assunto for sexo

Créditos: Reprodução

Transar com a sua parceira pode ser complicado depois da confissão. Ela pode querer transar muitas vezes para compensar algum sentimento, ou se bloquear completamente e não querer tirar a roupa ao seu lado.

Você, inclusive, também pode se sentir inseguro em dar o primeiro passo, então, por isso mesmo, é preciso compreender a situação e ter paciência.

Respeite sua parceira e o tempo dela, espere um tempo para conversar com ela sobre isso e, de acordo com a intimidade e com o relacionamento de vocês, sinta os sinais e os respeite também.

Tudo vai acontecer naturalmente, não force nada e, se funcionar, tente lembrar sua parceira do começo do namoro e das coisas que vocês gostavam de fazer quando se conheceram, isso pode fazer com que ela se sinta mais confortável e segura ao seu lado.

Aprenda com a traição e também aprenda a se perdoar

Créditos: Reprodução

Discutir os motivos da traição e como ambos podem trabalhar para melhorar o relacionamento pode ser uma excelente atitude, mas espere um tempo para começar a discutir esse tipo de coisa.

Talvez o relacionamento não estivesse tão bom antes de você trair, mas, apesar de isso não ser desculpa para a traição, entender as razões pelas quais você não estava feliz vai te ajudar a construir um relacionamento melhor.

Quando conversar com a sua parceira, tome cuidado para não transmitir a ideia de que você a traiu porque ela não te fazia feliz. Isso é egoísta e cruel. Use a traição para entender em quais pontos você e ela podem melhorar.

Depois, aprenda a se perdoar. É claro, você errou e machucou a sua parceira, foi uma atitude horrível mas você trabalhou para consertá-la e aprendeu com ela.

Você não é o pior ser humano do mundo por ter traído, afinal, você traiu mas depois se dedicou em salvar o seu relacionamento. Não passe o resto da sua vida se odiando ou acreditando que não merece perdão, isso pode – e vai – refletir no seu relacionamento e também nos relacionamentos futuros e não é nada saudável.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »