Sobre relacionamentos inacabados

Reprodução

“Aprenda: certas pessoas permanecerão em seu coração, mas não em sua vida.”

Ao longo da vida, você vai conviver e viver com inúmeros rompimentos de relacionamentos. Alguns que tiveram um fim brusco e que você nem ao menos teve tempo para respirar e entender porque tudo isso aconteceu. Outros, você vai sangrar por dentro por meses de desentendimento, até que o envolvimento entre vocês encerre.

De qualquer maneira, alguns fins de relacionamento serão um tema bem doloroso durante a sua vida. Quando se constrói sonhos e vive algo que se acredita como verdadeiro, você poderá perder o norte, o sentido da vida e, somente com o tempo e muita ajuda próxima você vai poder se restabelecer (se é que isso vai acontecer).

Apesar do choque e trauma, em alguns casos o rompimento será a melhor maneira de descobrir o que você sente e quer da outra pessoa, resultando o melhor para os dois.

Mas, existe um tipo de relacionamento que vai tirá-lo dos sentidos toda vez que você pensar (ainda que o fim tenha sido há muito tempo). São os relacionamentos inacabados, aqueles que terminam por causas e circunstâncias que não estavam diretamente em suas mãos (ou na dela) ou que não foram premeditados.

Reprodução

Vamos dizer que sua companheira teve que mudar de cidade por causa de uma nova oportunidade de emprego; ou você teve uma noite de bebedeira infeliz e acabou cometendo um erro horrível. Independentemente da causa específica, a relacionamento terminou sem uma conclusão adequada (para você).

Estes tipos de relacionamentos tendem a demorar mais tempo do que outros para ficar no passado (se é que realmente ficarão). Em determinados casos, podem se tornar o tema da obsessão de algumas pessoas, depois que o outro envolvido decidiu seguir por um caminho separado.

Quando algo não teve uma estrutura lógica (começo, meio e fim), é bem difícil seguir em frente, provavelmente porque nenhuma das partes sabe por onde (re)começar. Vou indicar, abaixo, razões pelas quais você ainda não exorcizou alguns demônios e motivos para seguir em frente – mesmo após uma perda irreparável.

Não houve um fim real para você

Reprodução

Parte dos motivos pelas quais você está obcecado com seu último relacionamento inacabado é que você não recebeu (ou entendeu) a quantidade adequada de razões para seguir em frente.

Você não entende o porquê de as coisas não funcionarem do jeito que você planejava e nem antecipou os passos que sua parceira tomou (apesar de achar que conhecia bem ela).

Apesar de ter sinais de que o barco não estava velejando bem, ainda achava que era possível manobrá-lo de dentro dele, sem que alguém o abandonasse.

Nessas horas, é preciso fazer um exame de consciência, ser menos egoísta e pensar o envolvimento dos dois lados: quais eram os erros rotineiros e estruturais? Por que vocês se afastaram? Foi a rotina ou interesses comuns? Suas personalidades se completavam ou eram divergentes.

Não deixe que o sentimento ruim te cegue a ponto de você culpar somente o outro pelo insucesso do relacionamento.

Você ainda tem esperanças para um futuro juntos

Reprodução

Outra razão pela qual você pode ainda estar apegado ao passado, em relação a um relacionamento que não terminou corretamente, é que você ainda está abrigando a esperança para um futuro juntos.

Independentemente das circunstâncias que resultaram no término de seu envolvimento, o mais importante para você viver melhor é chegar a um acordo que, de fato, ele terminou. Embora seja perfeitamente natural que você queira a volta daquele envolvimento que te fez tão feliz e foi importante em muitos momentos em sua vida, é primordial que você conserve seu passado no lugar onde ele tem que estar, lá atrás.

Não se preocupe com o que poderia ter sido se o fim não acontecesse ou se o rumo da história fosse um pouco diferente. A fantasia pode até aliviar sua mente inquieta no momento do sofrimento, mas somente a realidade pode te levantar e fazer você seguir em frente.

Você ainda tem sentimentos por ela

Reprodução

Relações sobrevivem de sentimentos intensos, e quando elas chegam ao fim – não importa o quão bruscamente – é natural que alguns sentimentos residuais fiquem, mesmo depois que a poeira baixou, em ambos ou alguma pessoa envolvida.

Os relacionamentos terminam geralmente, em sua regra geral, quando as pessoas acreditam que ele está prejudicando mais do que ajudando sua vida particular.

Em relações inacabadas, no entanto, sua morte é geralmente provocada pelas circunstâncias (uma distância física ou emocional) ou um erro grave (traição, mentira, etc), mas raramente é premeditada. E é por isso que eles são “inacabados”.

É muito provável que ainda carreguem sentimentos da outra pessoa, mesmo após o término, quando a decisão de seguir em frente de seu relacionamento estava fora de suas mãos. Eu penso que é melhor aceitar o fato de que você vai guardar esses sentimentos consigo, mas tentar o máximo possível para que eles não dominem a sua cabeça (e atos).

É bom ter um amor (ou sentimento bom) por alguém, mesmo em seu passado, mas não nutra uma paixão por esta relação rompida. É difícil, eu sei, mas é a melhor maneira de abrir-se para novas possibilidades.

Você ainda abriga arrependimentos

Reprodução

Somos obcecados por relacionamentos inacabados, porque eles parecem como feridas abertas em nosso corpo que não cicatrizam. O que quero dizer é o fato de ser rotulado como um relacionamento inacabado não significa necessariamente que eles permanecem ativo – mas apenas que você ainda não encontrou razões para deixá-lo em seu devido lugar.

Quando os relacionamentos têm fins claros e identificáveis, eles são muito mais fáceis de refletir e usar como experiência para envolvimentos futuros. As relações inacabadas apenas são uma espécie que faz você questionar tudo o que você fez, o que levou ao colapso – se você foi enganado, tinha que colocar limites ou adotar novos parâmetros para que este sobrevivesse.

E, por estas circunstâncias estarem fora de suas mãos, é difícil ver as implicações de suas ações – ou medir qualquer uma delas. Isso só leva a arrependimentos.

Você até tenta brincar com diferentes cenários em sua cabeça, mas nada fica muito claro. É por isso que as relações inacabadas habitam constantemente dentro do seu consciente, como se fossem tortura chinesa.

Você não tem certeza exatamente porque ele terminou e tem menos convicção de que poderia ter feito qualquer coisa para salvá-lo. Agora, que tudo acabou, o negócio é deixar as incertezas de lado e não olhar para trás, vivendo cada dia como um recomeço.

 

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »