O que é o gaslighting e será que você faz isso com as mulheres ao seu redor?

gaslighting

Sua namorada veio reclamar de algo que você fez e sua primeira resposta é “Nossa, você é sensível demais”. Ou, você fez uma merda no trabalho, sua chefe te deu uma bronca e sua resposta para isso é: “Ah, ela deve estar de TPM” ou “O marido dela não comeu ela direito ontem a noite”.

Seja qual for a reclamação do sexo oposto, você sempre tem uma desculpa do tipo: “Você está surtada”, “Cadê seu senso de humor”, “Você está exagerando” ou “Mulher é tudo igual”.

Esse tipo de comportamento que tenta desqualificar o que uma moça diz para você – por muitas vezes antes mesmo de você ouvir – chama “gaslighting” e é um problema pelo qual qual muitas mulheres passam e você deveria para um minuto para pensar a respeito.

gaslightmirror

“As mulheres não sabem o que querem, e não dão descanso, enquanto não recebem aquilo que querem.” – Oscar Wilde

O termo vem do filme de 1944, “Gaslight”, estrelado por Ingrid Bergman. Na história, uma mulher muito rica tem um marido que quer tomar sua fortuna. Para conseguir dar o golpe do baú, o cara bola um plano para que ela seja internada em uma instituição mental.

Em uma de suas tramoias, ele faz com que as lâmpadas a gás da casa se acendam e apaguem, convencendo-a de que aquilo é apenas sua imaginação.  Dai, o nome gaslighting que é usado por profissionais da área de saúde mental para descrever um comportamento manipulador.

No fim, isso nada mais é um do que uma forma de muitos caras se manterem no poder nos seus relacionamentos com mulheres. Pode ser no âmbito amoroso, familiar ou no ambiente de trabalho.

Para este tipo de cara, apenas homens podem ter pensamentos racionais e qualquer opinião feminina é inferior. Não preciso nem dizer que é um puta comportamento babaca.

shutterstock_229813228

“Ah, mas tem mulher que faz isso com homem também”. Sim. Não duvido. Segundo diversos especialistas, o “gaslighting” pode acontecer com homens, mulheres e crianças, porém, culturalmente, as mulheres estão mais suscetíveis a tal tipo de tratamento.

Já reparou como quase sempre rotulamos homens como “frios”, “calculistas” e “equilibrados” e as mulheres como  “loucas”, “irracionais”, “sensíveis” e “confusas”?

Agora, pensa em uma mulher que, toda vez que tenta expressar uma sentimento ou descontentamento, tem que ouvir que “está exagerando”ou que “mulher é foda viu?”.

Uma, duas, três vezes… Uma vida inteira sendo ensinada que qualquer reclamação que ela tenha não é válida, já que ela é mulher.

shutterstock_299943038

Não preciso nem dizer que nessas, muitas mulheres acabam sofrendo de males como ansiedade, depressão e síndrome do pânico. Muitas, até se tornam reféns do abuso doméstico, já que a vida inteira foram ensinadas que as reclamações dela são “exagero” ou “sensibilidade demais”.

Não é a toa que muitos agressores de mulheres costumam usar frases como “Você que que me fez fazer isso” ou “Eu nem bati tão forte assim. É coisa da sua cabeça. Você exagera tudo”.

shutterstock_306836606

Alguns exemplos de comportamentos que são denominados como gaslighting:

  • Fingir não compreender o que a vítima diz ou negar-se a escutar o ponto de vista dela;
  • Negar o que disse minutos atrás, acusando a vítima de não prestar atenção;
  • Trocar de assunto do nada e dizer que não vai voltar a falar sobre aquilo, mesmo que não tenha conversado direito sobre o mesmo
  • Negar eventos reais à frente de colegas, amigos e familiares para que eles também duvidem da percepção da vítima.
  •  Acusar a vítima de ter uma imaginação fértil e viver nas nuvens.
  • Desvalorizar o que a vítima diz ou faz, dizendo que as suas opiniões são ridículas e infantis.
  • Negar coisas que prometeu. “Eu jamais disse/prometi isso”.
  •  Acusá-la de ter problemas de memória.

shutterstock_258759017

Não estou querendo julgar o seu relacionamento. Cada um sabe a parceira que tem.

Existe sim, muitas pessoas sem inteligência emocional, mas não é o caso do que estamos falando aqui. Estamos falando sobre como tratar sua parceira de maneira decente e humana.

Então, se sua namorada, mãe, colega de trabalho ou qualquer outra mulher tiver algo para falar: Escute, respeite e pare de relativizar o que ela está falando. Todo ser humano mereço ser ouvido e tratado com dignidade.

Aposto que você não ia curtir se uma mulher te interrompesse no meio de uma reclamação para dizer “Ah para de ser chato, isso é coisa de homem maluco.”

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »