Como um capuccino mudou minha vida

1527

Quando eu pisei na cidade de Londres eu era um moleque de 21 anos mimado e mal acostumado com a vida. Simples assim. Porém, ao contrário da vida fácil que levava com meus pais em São Paulo, na terra da Rainha tinha um problema para resolver. Tinha a grana para passar apenas 30 dias na cidade e minha passagem de volta era apenas para 7 meses depois.

Logo, tive que bater pernas atrás de um emprego. Já tinha trabalhado outras vezes antes, mas, quando se é de classe média brasileira, as oportunidade se abrem mais fácil do que em solo internacional. Depois de muito sofrer economizando o máximo de dinheiro possível e ouvir muito mais nãos do que eu imaginava que ouviria, consegui um emprego de barback em um restaurante brasileiro.

O salário era baixo e o trabalho era muito. Consistia basicamente em lavar copos, carregar caixas, levar o lixo para fora e limpar o bar. E repetir. E repetir. Eram pilhas gigantes de copos que precisavam ser lavados muito rápido, caixas e mais caixas de cerveja e refrigerantes para serem levadas de um lado para outro e sacos de lixo gigantes para serem levados pra fora. Para alguém que mal lavava a louça suja em casa, aquele era um martírio pessoal. Mas a parte da grana era pior.

334490_(www.GdeFon.com)

Ganhava muito pouco por hora e trabalhava muitas poucas delas por semana. O dinheiro mal pagava o aluguel e tinha que economizar na hora de comprar comida do mercado. Durante uma mês mantive uma incrível dieta à base de comida enlatada, pois era o que o orçamento me permitia. Mas, o que deixava mais triste era não pode fazer rolê com amigos recém conhecidos pela simples falta de dinheiro. Até o dia do capuccino.

Um dia, enquanto eu lavava copos, o gerente do restaurante pediu um capuccino ao barman que cuidava da estação comigo. Ao tomar a bebida veio a reclamação, discretamente reclamou para mim: “Que porcaria, cara. Difícil achar um cara que faz o capuccino direito…”

Para algumas pessoas seria uma frase a ser esquecida. Ou uma oportunidade de falar mal dos outros funcionários do restaurante. Para outras pessoas, aquela frase podia ser muitas coisas. Para mim, naquele momento de desespero, aquela frase era uma coisa e uma coisa apenas: Uma oportunidade.

A primeira coisa que fiz depois daquilo foi trocar uma ideia com o melhor barista do restaurante – o cara responsável por fazer café – e aprender com ele como diabos tirava um capuccino. Era um saco. Mas após a primeira aula comecei a treinar e treinar, até chegar ao mais próximo de um bom capuccino possível. Quando, alguns dias depois o gerente voltou a ficar de bobeira na beira do balcão, eu pude oferecer: “Quer um capuccino?”

capuccino

Não só a surpresa veio por eu – um simples bar back – saber fazer o capuccino, mas por ele ter gostado da bebida. Aquele capuccino – uma bebida que é basicamente café, chocolate e leite quente – me gerou uma promoção para barman que me gerou um salário maior por hora de trabalho.

Além disso, por saber fazer a bebida, ganhei mais horas de serviço e, por consequência, mais dinheiro. Com mais dinheiro, pude mudar para um apartamento melhor, sair mais, comprar um porrada de coisas para mim. Um capuccino me ajudou a ter uma melhoria de vida considerável. E aí está meu ponto.

A vida está cheia de oportunidade. Algumas estão mais óbvias, outras mais escondidas. Às vezes uma grande chance pode vir de uma coisa tão simples e idiota quanto saber fazer um capuccino.

Pense no seu currículo, o que te diferencia de todas as pessoas que concorrem a mesma vaga que você? Ou no seu ambiente de trabalho, o que te faz um profissional melhor? Quando está na noite chegando em uma mulher, o que te faz diferente de todos os outros caras com quem ela falou?

Você busca mostrar o seu diferencial para as pessoas ao seu redor ou está satisfeito em ficar no canto lavando copos e passando perrengue para sempre? Destaque-se.

Pare de reclamar das faltas de oportunidades e comece a prestar atenção no mundo ao seu redor. Encontre o seu capuccino e sirva-o por aí. E seja feliz. :D

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »