Como parar de falar igual um bebezão em apresentações e reuniões de trabalho

Como parar de falar igual um bebezão em apresentações e reuniões de trabalho

A maneira mais fácil de soar nervoso ou, pior ainda, estúpido e tolo é se apoiar no que os especialistas em comunicações chamam de “Preenchimentos Verbais” – palavras na linha de “como”, “hm”, “você sabe” ou, a pior de todas: “tipo”.

+ Veja 5 dicas para falar bem (e escutar melhor)
+ Veja nossas dicas simples para falar bem em público 
+ Conheça 5 dicas para ter uma boa conversa e parecer mais interessante 

Em algum momento da nossa vida, todos nós acabamos utilizando uma ou outra palavra nessa linha porque elas nos dão tempo para pensar melhor no complemento do nosso raciocínio – especialmente em situações de pressão em que sentimos que nossa escolha de palavras é crítica.

Lisa B. Marshall, autora do livro “Smart Talk: O Guia do Discurso Público para se Dar Bem em Qualquer Situação” disse ao New York Times que os famosos “Preenchimentos Verbais” são como a vulgaridade.

Como assim? Ela explica: o u so ocasional é aceitável, mas se o orador se inclina sobre esse recurso com muita frequência, o significado é comprometido, o discurso perde o valor e as pessoas assumem que o orador é preguiçoso: “Uma vez que você entra nesse padrão, ele se torna uma muleta”, disse ela.

Então, como limpar a sua escolha de palavras e falar com mais eficiência? Antes de tudo, você tem que ouvir a si mesmo. Marshall recomenda que as pessoas se gravem em conversas do “mundo real” e escutem as gravações de pelo menos cinco minutos diários por duas semanas. A repetição irá clarear o problema em sua cabeça e te tornar mais consciente dessas repetições quando for se comunicar.

A melhor maneira de substituir as “Palavras de Preenchimento” sem se apoiar em uma nova muleta verbal é apenas ficar quieto. Dê a si mesmo algum tempo para pensar em suas palavras e se concentrar no meio do discurso.

Ficar em silêncio pode ser estranho no início, mas quando a alternativa é parecer um adolescente nervoso, é melhor parecer pensativo: “Confie em mim, depois de uma semana se ouvindo, você vai ficar bem ciente dos problemas específicos do seu discurso. Você precisa ser capaz de ouvir as suas disfluências na sua mente antes de colocá-las para fora em um momento importante”.

Ou seja: é melhor ficar calado do que falar besteira para preencher sua fala.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »