Como deixar de se importar com que as pessoas pensam

shutterstock

 

Cada um de nós carregamos esta culpa. Desde o momento em que acordamos, passamos os dias da nossa vida se importando muito mais com o que os outros pensam do que o que realmente queremos. O resultado disso é deixar de fazer muitas coisas que gostamos, sonhos adiados ou esquecidos, a fim de agradar aos outros.

+ Ninguém se importa com você e isso é libertador

Em muitos momentos, nossas vidas se tornam moldadas pela forma como nós pensamos que outras pessoas nos enxergam. Será que esta roupa vai agradar aquela garota? O que meus colegas vão achar do que falei no facebook? Por que será que aquelas pessoas estão falando mal de mim nas minhas costas? Se eu largar este emprego, o que minha esposa, amigos e família pensarão de mim?

Com esta verdade libertadora em mãos, você precisa parar de se importar. Viver uma vida que segue padrões ideais do que as outras pessoas acham é uma péssima maneira de viver.

Isso transforma você em um espectador covarde que espera as outras pessoas agir primeiro. Faz com que você se torne um seguidor. O pior de tudo, faz você se tornar alguém que não consegue tomar uma posição para qualquer coisa.

Que tal transformar este no último dia em que vive uma vida ditada por outros. A partir de hoje, você precisa seguir você mesmo. Hoje é o dia para tacar um foda-se para o que os outros pensam. Quer saber o porquê?

A – Por que ninguém realmente se importa com sua vida

shutterstock

 

Você não é um cara especial. Já falei por aqui que você não foi, não é e nunca será o centro do universo. Passamos por nossos dias pensando em como outras pessoas podem estar nos julgando. Mas a verdade é que você não é tão relevante assim para atrair a atenção e os pensamentos das pessoas por muito tempo.

Um estudo feito pela National Science Foundation – dos Estados Unidos, comprovou isto. Ela descobriu que as pessoas têm, em média, 50 mil pensamentos por dia. Isto significa que, mesmo se alguém pensou em você dez vezes em 24 horas, isto representaria apenas 0,02% dos seus pensamentos diários.

Além disso, uma pessoa normal filtra seu mundo através do seu ego, o que significa que ela pensa na maioria das coisas relativas ao “eu” ou “meu”. A menos que você tenha feito algo que afete diretamente a outra pessoa, ela não vai gastar muito tempo com você em mente.

B – Você não pode agradar a todos

shutterstock

 

É impossível viver de acordo com as expectativas de todos. Haverá sempre pessoas que iremos agradar mais e outras que estarão prontas para julgar nossas atitudes. Você nunca será capaz de impedir que as pessoas te julguem, mas você pode não se afetar por estes julgamentos.

Faça o prático exercício de levantar causas e opiniões sobre qualquer coisa. Você vai encontrar, em seus grupos de conhecidos, pessoas que discordam de você de qualquer maneira. Então por que não expressar como você sente verdadeiramente?

É melhor ter o amor e respeito de algumas pessoas que você gosta, do que buscar uma pseudo-unanimidade. Quem realmente te quer bem apoiará pelo o que você é e não porque você tem a mesma opinião que ela. No fim das contas, são só essas pessoas que importam.

C – Você colhe o que planta

shutterstock

 

Quanto mais você se preocupar no que os outros estão pensando, mais todo mundo vai pensar alguma coisa de você. E mais você vai se tornar obcecado por uma aprovação alheia para agir. Além de se tornar alguém complacente e conivente com todo mundo, achando que isso vai impedir que façam qualquer tipo de julgamento sobre você. Só que não vai.

Agora que você viu as consequências, confira as 5 maneiras de parar de se importar com que as outras pessoas pensam.

1# Descubra seus valores

shutterstock

 

Antes de qualquer coisa, você precisa descobrir o que é importante para você na vida, o que você realmente dá valor e o que está buscando. Só assim, você saberá quem realmente é o que importa para você. Consequentemente, o que as outras pessoas pensam de você acaba por se tornar significativamente menos relevante.

Isso vai fazer você parar de dizer sim a tudo e a todos e manterá firme nos seus ideais. Quando você conhece seus valores, você tem algo para acreditar e motivo suficiente para se levantar.

2# Fale o que pensa

shutterstock

 

Agora que você já descobriu os seus valores, precisa colocá-los para fora, em prática. Não tenha medo de falar o que pensa, basta ser honesto consigo mesmo.

3# Escolha bem suas companhias

shutterstock

 

O famoso ditado: diga-me com quem andas e te direi quem és é verdadeiro. Existe um estudo que fala que somos a média das cinco pessoas que a gente saí com maior frequência. Quando começamos a atrair más companhias, tendemos a agir como uma má pessoa.

Cerque-se de pessoas autoconfiantes, que gostam de viver a vida por conta própria e que compartilham com seus valores fundamentais. Isso só fortalecerá suas certezas e vai ajudá-lo a expressar melhor o que pensa.

4# Tenha confiança em si mesmo

shutterstock

 

Boa parte da sua insegurança é por sua falta de confiança nas decisões e ações que precisa tomar. Para diminuir isso, o segredo é não se botar pra baixo e não precipitar julgamento próprio.

Quer um exemplo? Você nunca viu alguém usando algo fora do comum, mas agindo normalmente e não sendo julgado? Se você estiver usando calças espalhafatosas e parecer claramente desconfortável com elas, as pessoas vão tê-lo como um alvo: elas vão perceber a sua insegurança e atacá-lo, para se sentirem melhor com eles mesmos.

Se você está em uma situação ridícula e risível, permita-se rir de si próprio primeiro que todo mundo. Isso diminuirá a sensação de constrangimento e um possível achincalhe alheio.

Não pré-julgue a si mesmo antes dos outros, isso vai fazer com que seja menos provável que julguem você!

5# Pequenos reforços de autoconfiança para aplicar na sua vida

shutterstock

 

Sorria. Somente no ato de sorrir aumenta a sua autoestima organicamente, aponta a ciência. Se você sorrir mais vezes, você vai enviar mensagens para outras pessoas de que você é amistoso, e elas ficarão mais propensas a sorrir de volta, ficarem felizes, e até diminuirão os julgamentos em você.

Esqueça o negativismo. Não fique pensando “e se eu falhar?”, “e se der errado”, que são coisas que provavelmente vai estar em seus pensamentos. Ao invés disso, diga a si mesmo: “Como vai ser na minha conquista?”

Estabeleça pequenas metas. Prepare-se para o sucesso. Se o seu objetivo é ser mais confiante perto de meninos ou meninas, separe a sua meta em pequenas partes para agir: estar apresentável, contato visual, conversa, flerte, etc. Recompense-se quando você completar uma pequena parte de um objetivo maior.

6# Elimine as coisas desconfortáveis da sua vida

shutterstock

 

Elabore uma lista com todas as coisas na vida que faz você se sentir desconfortável. Lá estarão seus medos, inseguranças, qualquer coisa que lhe dá nervosismo e te coloca para baixo. Depois de completar a tarefa, você passar para a próxima.

Isto ajudará a você sair da sua zona de conforto, fazer você conviver com os medos e ser mais protagonista da sua vida.

7# Aceite-se por quem você é

shutterstock

 

Aceitar a si mesmo é um importante passo para relevar os julgamentos alheios. Todo mundo tem algum tipo de dúvida, um defeito ou ponto fraco que gostaria de melhorar. Eliminar coisas desconfortáveis é o caminho, mas o que fazer quando não se consegue acabar com as falhas?

Abrace e aprenda a conviver com seus defeitos estruturais. Conforme o tempo passa, você perceberá que muitos são irrelevantes para sua vida e nem carecem da sua preocupação. Quanto mais sua confiança aumentar, mais irrisórios seus problemas serão.

8# Conheça-se sozinho

shutterstock

 

Nenhuma transformação será completa se você não se permitir um tempo só para você e para fazer suas escolhas, sem influência de ninguém.

Existem alguns momentos que podem te ajudar a chegar a este ponto. Depois de terminar um relacionamento, guarde um tempo para si ao invés de sair por aí procurando outra pessoa para se envolver e decidir o que você deve fazer em sua vida.

Outra boa experiência é viajar sozinho. Em outro lugar, você não tem o apoio dos seus amigos, companheira e familiares. Sai da zona de conforto e precisa fazer escolhas por você mesmo, sem se preocupar com o que os outros estão pensando.

Comece viver a vida da maneira que quiser, reaprenda a ser destemido como você já foi quando criança. O mais importante não é aprender a cair, mas a sempre se levantar.

Inspirado em The Collective Intelligence

 

 

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »