Beleza realmente está nos olhos de quem vê, revela ciência

Reprodução

O que realmente é o belo?

Essa pergunta, por mais simples que seja, carrega um monte de significado complexos e, achar uma resposta que caiba nela, parece ser algo bem difícil. Pois a ciência comprovou que a beleza não pode ter uma afirmação absoluta e está simplesmente nos olhos de quem vê.

Isso explicou que nossa atração por pessoas está mais ligada a nossas experiências de vida individuais passadas, do que a genes, de acordo com estudo publicado na revista Current Biology.

Para fazer a pesquisa, os cientistas criaram um teste online (que você também pode fazer) com 200 imagens diferentes de rostos – alguns foram gerados por computadores para melhor imitar o que vemos no mundo real.

O teste teve mais de 35 mil voluntários, que disseram quais eram os aspectos faciais de uma pessoa que eles achavam mais atraentes. Eles precisaram dar notas em uma escala de 1 a 7, segundo o grau de atratividade.

Reprodução

Há alguns aspectos universais de rostos humanos, como simetria, que a maioria das pessoas acha atraente. Mas essas preferências estéticas representam apenas cerca de 50% da nossa atração total a um rosto, sugeriu o estudo.

Na segunda fase do estudo, pesquisadores entregaram o mesmo teste para 547 pares de gêmeos idênticos e 214 pares de gêmeos não-idênticos. Eles queriam estimar a contribuição dos genes para comparar com as preferências pessoais.

Pesquisas anteriores, que usaram gêmeos como participantes, apresentaram que os genes tinham grande influência na percepção e no comportamento. Mesmo testes de reconhecimento facial pareciam ser impulsionados pela genética.

Reprodução

Porém, o que este novo estudo apontou que as preferências de uma pessoa são baseadas, principalmente, nas experiências que ela viveu. Além disso, eles também notaram que elas são extremamente específicas para cada ser humano.

A outra metade da equação é muito pessoal e até mesmo o rosto que lembrou de uma namorada ou namorado de infância pode ter um impacto muito grande ao longo da nossa vida nas nossas preferências. É por isso que mesmo gêmeos idênticos com os mesmos genes nem sempre conservam as mesmas predileções.

“Nós podemos prever cerca de 50% das preferências de uma pessoa aleatória com preferências de outro indivíduo aleatório”, resume Jeremy Wilmer, um dos autores do estudo.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »