6 dicas para te ajudar a sair das dívidas

Muitas pessoas acreditam que se endividar não é algo ruim. Na verdade, tem muita gente que só percebe o quão ruim isso pode ser quando a dívida é tão grande que não há perspectivas de sair dela.

Por isso, é bom ter medo de embarcar em uma dívida – que fique claro, não estamos falando de usar o crédito com parcimônia – mas, se você já abraçou o vermelho e, agora, quer tentar recuperar o tempo e encontrar o dinheiro perdido para se desenrolar, temos algumas dicas que vão te ajudar.

Mas, antes de tudo: não fique com medo e não fuja do problema. Isso acontece com muita gente e você não é a primeira nem a última pessoa que vai se endividar neste mundo, assim como não é a primeira e nem a última que vai conseguir sair desse buraco.

Crie um plano

A primeira coisa que você precisa fazer é sentar e olhar para os números. Veja o quanto você está gastando, onde você está gastando e o quanto você está ganhando.

Depois, pense em um plano baseado nesses números. Você consegue até ver onde economizar se apenas olhar para esse orçamento.

Às vezes, por exemplo, você assinou algum site ou serviço do qual pode abrir mão, está gastando demais ao tomar café da manhã na padaria em vez de fazer a comida em casa, ou, quem sabe, tendo o luxo de ir trabalhar de carro quando poderia simplesmente pegar o metrô.

Veja os números e compreenda os gastos desnecessários que podem ser cancelados e, depois, trace um plano do quanto pode economizar por mês. Pense no tamanho da sua dívida e como pagá-la utilizando esse “dinheiro extra”.

Um dos fatores mais importantes para conseguir sair da dívida é não ficar desmotivado. Quando você estabelecer objetivos mensais, você vai conseguir alcançar mini-vitórias que vão te encorajar para continuar.

Pague primeiro as dívidas de maior importância e cumulativas

Se você tiver dívidas no cartão de crédito ou em outra forma que exija uma atenção especial, você deve pagá-las primeiro. Foque exclusivamente nelas e, depois, pense nas próximas.

Esse tipo de dívida acaba se empilhando e aumentando com muita facilidade e, por isso, quanto mais você esperar para pagá-las, mais dinheiro vai perder.

Cozinhe em casa

Uma das primeiras formas de economizar dinheiro é cozinhar em casa em vez de comer na rua. Pode parecer uma medida drástica mas, além de te fazer economizar uma boa grana, também é uma alternativa saudável.

Que fique claro: não estamos falando para você comer comida congelada todos os dias! Você pode cozinhar no final de semana e congelar as porções de comida para comer ao longo dos dias. Escolha ingredientes fáceis e se arrisque!

Procure um segundo emprego

Em tempos de crise, encontrar apenas um emprego já é difícil, encontrar dois, então, é ainda mais complicado. Mas, mesmo assim, você pode utilizar seu tempo livre para ganhar uma graninha: não fique com vergonha de fazer freelas ou bicos durante a noite ou no final de semana.

Você pode usar habilidades até então adormecidas ou tentar trabalhar com algum hobby seu para descolar uma grana extra. Você pode dar plantão sobre algum assunto que gosta ou tem conhecimento, fazer um bico como barman nos finais de semana ou até trabalhar com Uber no seu tempo livre.

Venda o que não precisa

Sabe a sua câmera fotográfica antiga que você nem usa mais? Ou um celular que ainda funciona mais que foi largado na gaveta há mais de um ano? Você pode juntar tudo isso e vender. Afinal, qualquer dinheiro é útil.

Existem vários sites que facilitam o processo e você pode vender desde tênis até móveis, basta criar um bom anúncio.

Divida a casa ou volte a morar com os pais

Se a coisa apertar e você tiver condições, volte a morar com os seus pais. Isso não é vergonha alguma, eles podem te ajudar enquanto você restabelece sua vida e quita suas dívidas.

Pode parecer um retrocesso voltar para a casa deles depois de viver sozinho, afinal, você vai precisar respeitar as regras dos seus pais e seguir suas ordens mas, mesmo assim, é um cenário melhor do que afundar nas dívidas.

É claro, tudo fica mais difícil se você for casado e tive filhos, mas, da mesma forma, a família de vocês dois pode ajudar. Não tenha medo de pedir.

Porém, se essa não for uma alternativa considerável, você pode dividir o seu apartamento. Anunciar um quarto na internet ou comentar no trabalho que você está procurando um colega para dividir seu espaço são boas iniciativas.

Não se sinta inseguro em tentar essas estratégias. Muitas vezes, nosso orgulho nos faz afundar ainda mais e, em vez de ajudar, só piora nossa situação. A maior vergonha é deixar o ego te impedir de viver da forma que você gostaria.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »