4 Grandes Mentiras sobre relacionamento (que já fizeram você acreditar)

Shutterstock

Você não nasce sabendo lidar com os seus sentimentos. Muito menos com os sentimentos dos outros. E, é bem comum você acabar conduzindo seu relacionamento baseado por crenças populares e chavões proclamados à exaustão.

É aí que mora o problema.

Boa parte dessas verdades sobre o envolvimento não serem tão verdades assim. O resultado, quando você incorpora na sua vida a dois é, divergência, brigas e até separação.

Venho aqui para desmistificar algumas das grandes mentiras que podem levar sua vida a dois para o buraco. Confira no vídeo!

 

1# O ciúme é o tempero do relacionamento

Shutterstock
É bonitinho, parece romântico e poético, mas a verdade é que esta afirmação carrega muito mais coisas negativas do que positivas para o relacionamento.

Ciúmes é um sentimento egoísta que o ser humano tem porque ele não consegue aceitar que o outro possa ser feliz sem ele (em presença física ou uma colaboração direta). Ok, apesar de ser um sentimento ruim, é comum que todos carregamos ele, variando a intensidade. O grande problema não está em tê-lo consigo, mas a forma como você lida com o ciúme e expõe isso.

Tem algumas pessoas que são inseguras quanto ao sentimento do outro e gostam de provocar ciúmes no parceiro só para conseguir sua atenção e olhares. Já outras, armam o barraco e brigam só de imaginar que sua(eu) companheira(o) está dando mole para alguém.

Isso costuma ir para os diversos tipos de censura. “Você não pode vestir esta roupa porque ela é de puta e os caras vão chegar em você”. “Você não pode frequentar tais lugares sozinha porque lá não é lugar de pessoas compromissadas”. “Você não pode sair com tais pessoas porque eles são solteiros”. E por aí vai.

Se alguém te escolheu é porque quer ficar ao seu lado. Forçar a barra, criar uma situação de ciúme ou podar alguém só vai minar sua relação.

2# Amar é unir dois seres em um só

Shutterstock

Algumas pessoas acham que o relacionamento é uma espécie de prisão, onde a pessoa só tem o direito de sair e se divertir acompanhada dela ou em esporádicos banhos de sol assistido. Ledo engano.

Um relacionamento saudável envolve parceiros terem um tempo juntos e, mais importante que isto, conservarem um tempo para terem sua liberdade sem o outro por perto.

Você precisa ter total confiança de sair sem se preocupar com sua parceira em infinitas ligações querendo saber com quem você está, o que está fazendo e que horas volta pra casa.

Quem quer aprontar não vai escolher momento ou ocasião, faz a qualquer hora e lugar (no trabalho, na balada ou indo comprar pão na padaria).

Já o sentimento de posse é um grande indicador de insegurança e este problema é pessoal e cada um tem que consertar sozinho (e não envolver uma outra pessoa nisso). Ninguém é dono de ninguém, por isso todos precisam ter sua liberdade e espaço para viver.

3# Ame mais a si mesmo para depois amar os outros

Shutterstock

A mentira divulgada é a de que você precisa se concentrar mais em amar a si mesmo, a fim de amar os outros e atrair coisas boas em sua vida.

A verdade é que não há falta de amor-próprio em nosso mundo. Há um excesso. A idéia de amar o próximo como a si mesmo não é um fator direto para se amar mais. Se nossos relacionamentos estão indo para o fim, nós realmente temos que concentrar menos em nós mesmos e mais no outro.

O conceito é simples, mas é difícil para muitas pessoas a compreender porque envolve mudar a sua maneira de pensar. Pense nisso – mesmo quando você está focado em suas próprias insuficiências, você ainda está focado em e amar a si mesmo.

O outro lado da lição número um – a verdade que realmente funciona – é: Concentre-se em fornecer a melhor relação para o seu cônjuge que você pode. Isso não significa que você deve ser um mártir. Às vezes, amar alguém bem significa deixá-los ver que ser egocêntrico não os fazer felizes também.

4# Siga seu coração

Shutterstock

A sabedoria convencional diz para seguir seu coração, ou seja, decidir com base em como você se sente. Mas isso é bem errado, porque os sentimentos não são o seu manual de instruções.

Na verdade, os sentimentos são reações a situações passadas mais do que reflexos de seu sistema de valores.

Tem certeza de que quer fazer decisões importantes da vida com base em um desgosto passado?

Ou você prefere decidir com base no que você deseja criar em seu futuro?

Seguindo o seu coração só vai fazer de você uma vítima de suas emoções.

Em vez de ceder às emoções e seguir seu coração como ele até a beira do abismo, buscar sabedoria de fontes que você pode confiar (amigos, familiares, conhecidos). Permita que o seu cérebro absorva todas as informações que você está tomando antes de reagir e, em seguida, faça uma escolha sábia depois de considerar as suas opções.

Use o seu instinto e intelecto para racionalmente tomar decisões com base no que você sabe, não o que você sente.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »