13 músicas clássicas com 3 acordes

tumblr_lvc6xhsyWN1qzs894

Começar a tocar violão é sempre difícil. Não falo isso pensando nas lições em si ou no treinamento intensivo que se deve ter para acostumar os dedos e a mão a certas posições. Quando digo que começar a tocar violão é difícil, falo do fato de que  sempre que você tiver um violão na mão as pessoas vão pedir para você tocar algo. E é aí que começa o problema.

Por ser iniciante a gama de acordes que você lembra de cabeça é pequena. Uma segunda preocupação é a sequência dos acordes da música, outra coisa para ser decorada. E um terceiro problema é o repertório, cheio de músicas de bandas como Charlie Brown Jr., Legião Urbana, Raul Seixas, Jota Quest, Coldplay e por aí vai.

Não vou fazer um julgamento sobre a qualidade das bandas que eu citei acima, gosto não se discute, mas que é um senso comum tocá-las, isso é. Então, para te colocar em um patamar diferente mesmo sendo iniciante, seguem abaixo 13 músicas que farão você entreter seu público com classe, conhecimento musical e sem fritar a maioria dos seus neurônios.

Ah! E é claro que o complexo pode ser bom, mas o simples nos faz entender que não é necessário muitos acordes para se compôr um hit de respeito.

‘Rock Around the Clock’ – Bill Haley and the Comets (E, B, A)

Uma música clássica que mudou a História. Boa para dançar e todo mundo sabe a letra em algum momento. A sequência de acordes é a mais clássica possível. Talvez o acorde de Si (E) te dê algum trabalho, pois a posição da mão é incômoda no início, mas treine um pouco que ela sairá fácil.

‘Free Fallin’ – Tom Petty (E, A, B)

Originalmente a música é do Tom Petty mas ouça (e toque) a versão do John Mayer. Normalmente as composições do músico são bem complicadas, mas nessa ele soltou a mão e fez com que os iniciantes pudessem agradar o público feminino cantado músicas do moço. Além disso, são os mesmos acordes de “Rock around the clock”, de repente sua habilidade pode ser super valorizada se você treinar tocar as duas músicas sem intervalos.

‘Mr. Tambourine Man’ – Bob Dylan (G, A, D)

Ter um violão e não tocar Bob Dylan é como sentar em um Fórmula 1 e não pensar em Ayrton Senna. “Mr. Tambourine Man” é um clássico do compositor. Com acordes simples e uma letra fácil de ser cantada (sem se importar muito com a qualidade da voz), essa música tem que estar no seu setlist. O coro pode até ajudar no refrão da música.

‘Heroin’ – Velvet Underground (Db, Gb)

Lou Reed disse uma vez “Um acorde é ok. Dois você está indo além. Três acordes e você está no jazz”. Há quem discorde dessa frase, mas tocar Lou Reed em um luau é para poucos. Que bom que agora você faz parte desses poucos. Fique tranquilo que você não entrará no jazz, pois ‘Heroin’ só possui dois acordes (e 7 minutos!).

‘No Fun’ – The Stooges (A, E, D)

Mais uma para a lista daquelas músicas que as pessoas olham com um sorriso no rosto quando ouvem você tocar. Iggy pop foi e ainda é um ícone da música mundial e quando você sacar o violão e “entoar” ‘No fun’ sua imagem mudará drasticamente de iniciante no instrumento para rockstar.

‘Get It On’ – T. Rex (E, A, G)

Sem dúvida uma música icônica dos anos 70. Indispensável. Tocá-la te leva para um outro mundo e mostra que hits são feitos pela alma e não por acordes mirabolantes.

‘Judy is a Punk’ – Ramones (Eb5, Bb5, Ab5)

Ramones foi a banda que deixou mais claro que três acordes são suficientes para se fazer uma música. Não se preocupe com os números logo após os acordes, uma simples busca em qualquer dicionário de acordes vai te mostrar que isso só facilita a sua vida. Johnny Ramone era fã incondicional dos ‘power chords’, acordes fáceis tocados de formas mais fáceis ainda. Quando você descobrir a beleza dos ‘power chords’ sua vida ficará bem mais tranquila.

‘Atmosphere’  – Joy Division (A, D, E)

Uma das melhores músicas da Joy Division. Ela mostra que poucos acordes  podem criar um hino universal cheio de pausas que parecem quase imperceptíveis pois o ambiente que a música cria fica ecoando na cabeça (mesmo sozinho, no violão). O tom grave do vocalista Ian Curtis ajuda ainda mais a criar essa atmosfera expansiva, tente seguir a ideia.

‘Just Like Honey’ – Jesus and the Mary Chain (G#, D#, C#)


É um título perfeito para uma música que sobe um degrau na simplicidade da ideia dos três acordes. Ela soa viscosa como o mel com uma guitarra distorcida e o tom clássico do efeito de “fuzz”. Com esses dois pedais sua música se tornaria bem parecida com a original, mas com um violão e um pouquinho de criatividade ela pode se tornar bem mais interessante.

‘Common People’ – Pulp (C, G, F)

Tirando o fato de ‘Common People’ contar uma história engraçada e ao mesmo tempo estranha, esse hit pop de poucos acordes consegue criar uma música leve, ótima para um som acústico e ainda por cima dançante.

‘505’ – Arctic Monkeys (Dm, Em)

Cansado dos sons mais antigos? Louco para falar nome de bandas que ainda estão na ativa? Tá aí então ‘505’ do Arctic Monkeys. Uma música que fica nos ouvidos e o melhor: são só dois acordes!

‘Bloodbuzz Ohio’ – The National (A, F#m, D)

Evoluindo no tempo cada vez mais, o som do ‘The National’ é um exemplo de como pode ser simples e tranquilo tocar músicas do estilo indie-rock. Com uma sequência de acordes que, apesar de simples, cria um som interessante para os ouvidos, ‘Bloodbuzz Ohio’ mostra que você, apesar de iniciante, tem diversidade musical de dar inveja.

‘If You Wanna’ – The Vaccines (C, F, G)

De 2011, ‘If you wanna’ encerra essa lista com chave de ouro. Para os mais clássicos essa música pode ser simples demais, com a sequência de acordes (I-IV-V) batida e boba. Mas quem se importa? O ‘The Vaccines’ usa esse truque em quase todos os seus hits e mostra que na vida podemos usar e abusar de facilidades sem abrir mão da qualidade.

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »