25 Cervejas IPA’s brasileiras para você beber

Reprodução

O estilo nasceu para aguentar grandes viagens marítimas. Com o tempo, virou xodó entre o público que bebe cervejas especiais e tornou-se quase que um estilo obrigatório para quem faz cerveja artesanal. Estou falando da India Pale Ale, a cerveja para quem gosta de amargor.

+ Conheça as India Pale Ales

Para ter noção da importância da IPA, em toda primeira quinta de agosto é comemorado mundialmente o IPA Day, idealização do blogueiro Ashley Routson para reunir os amantes por cervejas especiais para celebrar o amor pela cerveja de personalidade, aroma e amargor.

No Brasil, existe uma festa especial criada só com rótulos no estilo: é o IPA Day. Organizado pela Academia de Ideias Cervejeiras, o festival é realizado em Ribeirão Preto em 22/8 e conta somente com cervejas do estilo IPA, nacionais e importadas, além de comidas que harmonizam. Durante o evento, bandas de rock animam o festival open bar.

Sobre a paixão de muitos cervejeiros pelo estilo IPA, Rafael Moschetta, organizador do IPA Day e um dos donos da cervejaria Weird Barrel Brewing Co., de Ribeirão Preto, resume:

“Porque além de ser um dos estilos mais populares em todo o mundo, as IPAs representam para mim um marco no desenvolvimento cervejeiro dos apreciadores. O amargo não é fácil de ser apreciado, mas quando se entra neste terreno é uma viagem extremamente prazerosa e sem volta”.

O que é uma IPA?

Reprodução

A sigla IPA’s veio da simplificação Indian Pale Ale, nome de batismo dos ingleses para a bebida criada durante a colonização da Índia. Para durar na travessia do oceano até a Ásia (viagem que durava meses) foi criado um estilo de cerveja de cor âmbar que recebeu uma dose extra de lúpulo, o aromatizante natural das cervejas, e que possui atividade antibiótica.

Além da alta lupulagem (amargor), a cerveja também era mais alcoólica que as Pale Ale (consumidas na época) e conferiam maior durabilidade ao produto. O resultado, que acompanha até os dias de hoje, é uma cerveja mais encorpada e de sabor mais complexo, com aroma de lúpulo bastante definido e fresco, além do amargor mais pronunciado.

Para celebrar as cervejas amargas e aromáticas, montei uma seleção de peso com as cervejas IPA’s brasileiras que você precisa experimentar. Confira!

1# Maracujipa (7,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: 2 Cabeças
Estilo: American IPA
IBU: 70

A cerveja aposta no estilo IPA mas, ao invés de fazer o Dry Hopping para dar mais aroma ao rótulo, leva adição de maracujá. O resultado é uma cerveja com notas cítricas da fruta, além de manga, laranja e herbal. No paladar, a acidez e amargor se fazem presentes.

2# Bodebrown Perigosa (9,1% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Bodebrown
Estilo: Imperial IPA
IBU: 100

A primeira Imperial IPA registrada e produzida no Brasil foi feita para os adoradores e amargor. No aroma, um toque cítrico que lembra maracujá e limão siciliano. No paladar, o caramelo fica em segundo plano com um amargor elevado.

3# Cevada Pura + Cigar City American IPA (7% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Cevada Pura
Estilo: American IPA
IBU: 70

A cervejaria do interior de São Paulo fez uma parceria com a norte-americana Cigar City para produzir o rótulo com a tradição de uma American IPA. Os lúpulos utilizados fazem um balanço de amargor e aroma. O final é seco e oferece um amargor intenso.

4# Colorado Vixnu (9,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Colorado
Estilo: Imperial IPA
IBU: 75

Rótulo feito em parceria com o mestre cervejeiro da Firestone, tem uma pegada forte de malte, rapadura e lúpulo. No aroma, cítricos e maracujá se fazem presentes.

5# Schornstein IPA (6,8% ABV)

Rogerio Volgarine/ Mesa Na Cozinha

Cervejaria: Schornstein
Estilo: American IPA
IBU: 45

Apostando no estilo americano, tem notas cítricas dos lúpulos no aroma, com um maltado acompanhando. No paladar, o amargor firme se estende do começo ao fim, equilibrando com um dulçor. Conquistou medalha de ouro no 2º Festival Brasileiro da Cerveja.

6# Dama Bier Imperial Coffee IPA Fellas (9% ABV)

Rock'n Hops

Cervejaria: Dama Bier
Estilo: Imperial IPA
IBU: 90

A cerveja, feita em parceria com as cervejarias SudBrau e Bodebrown, aposta em uma receita inusitada, usando café 100% arábica. O resultado é uma cerveja com tons cítricos, malte e café verde. As notas picantes do café com o amargor permanecem no paladar. Foi Medalha de prata no International Beer Challenge 2014.

7# Invicta 1000 IBU (8% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Invicta
Estilo: Imperial IPA
IBU: 100

A cervejaria aposta em sabores extremos para produzir este rótulo com uma porrada de lúpulo e amargor. Tem aroma com destaque ao caramelo e um cítrico de maracujá e floral. No paladar, o amargor é bem presente, contrastando com o dulçor. Apesar do marketing, o rótulo não conta com 1000 IBU’s.

8# Júpiter IPA (6,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Júpiter
Estilo: IPA
IBU: 70

O rótulo paulista faz Dry-hopping usando 3 técnicas diferentes. O resultado é uma cerveja com amargor alto, aromas herbais e notas de frutas tropicais, como maracujá, manga e abacaxi. Final seco e amargo.

9# Seasons Holy Cow 2 (7,5% ABV)

holy cow

Cervejaria: Seasons
Estilo: Imperial IPA
IBU: 85

Nascida de uma colaboração internacional com os californianos da cervejaria Green Flash, o rótulo é uma uma double IPA. Feita com a técnica do Dry Hopping, ela é uma cerveja com aroma intenso cítrico de maracujá e tangerina, somado a notas herbais e de mel. O amargor é bem presente no paladar, proporcionando um final seco.

10# Mula (7,5% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Cervejaria Nacional
Estilo: India Pale Ale
IBU: 60

O maior sucesso da fábrica-bar paulistana, o rótulo tem como inspiração uma IPA americana. No aroma, frutas cítricas e maracujá. O amargor é bem pronunciado no paladar, com um final seco.

11# Tupiniquim Polimango (9,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Tupiniquim
Estilo: Imperial IPA
IBU: 80

A cerveja leva em sua composição maltes de cevada e trigo, além de aveia em flocos, farinha de polenta e três variedades de lúpulos cítricos. Tem aromas herbais e de frutas amarelas (maracujá, manga). O paladar acompanha o sabor, com um amargor equilibrando com o dulçor do malte. Final seco e frutado. A cerveja conquistou medalha de ouro no South Beer Cup 2014.

12# Bier Hoff Haka (6,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Bier Hoff
Estilo: Australian IPA
IBU: 70%

O rótulo sazonal da cervejaria curitibana escolheu usar lúpulos australianos para produção da sua cerveja. A cerveja será lançada no IPA Day Brasil e contará com um amargor potente, notas frutadas e um dry-hopping com lúpulo Ella.

13# Weird Barrel Naughty GROG (7,8% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Weird Barrel
Estilo: Black IPA
IBU: 45

O rótulo é uma Black IPA envelhecida em barril de rum, com dry hopping de lúpulo Amarillo. O resultado é uma cerveja com aroma de malte, herbal, maracujá e manga. O amargor está bem presente no sabor, com um potencial licoroso e alcoólico.

14# Touro Sentado (6,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Serra de Três Pontas
Estilo: American IPA
IBU: 60

Esta receita caseira ganhou sua versão comercial. Tem a cor alaranjada, corpo médio e aroma de lúpulos americanos. Conserva notas cítricas de laranja, maracujá, caramelo e um picante no fundo. Amargor equilibrado e presente.

15# Wäls Niobium (9% ABV)

Rock'n Hops

Cervejaria: Wäls
Estilo: Imperial IPA
IBU: 93

A cerveja com um potente amargor tem coloração avermelhada e espuma cremosa. No aroma e sabor, acentuado maracujá e herbal. O dulçor do caramelo equilibra-se com o amargor intenso. A bebida tem uma textura licorosa e aveludada. Final seco e levemente alcoólico.

16# Vertigem IPA (6,5% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Mistura Clássica
Estilo: India Pale Ale
IBU: 70

O rótulo sazonal entrou em linha e conquistou a medalha de ouro no Mondial de La Bierre 2014. De cor dourada, a cerveja se destaca por possuir intensos aromas e sabores florais e cítricos de laranja e maracujá, provenientes de uma combinação de lúpulos americanos e australianos. O final é seco e ligeiramente amargo.

17# Olívia IPAlito (5,4% ABV)

Rock'n Hops

Cervejaria: Suméria
Estilo: American IPA
IBU: 59

O nome faz uma homenagem bem-humorado à Olivia Palito, personagem do desenho Popeye. A cerveja conta com o frescor dos lúpulos cítricos americanos no aroma e boa base de malte para equilibrar o amargor do lúpulo.

18# Bad Moose English Hopped (6,3% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Blondine
Estilo: English IPA
IBU: 50

Feita com malte, lúpulo e até mesmo Levedura 100% ingleses, a cervejaria escolheu produzir da maneira mais clássica possível a cerveja com alma britânica. Tem aroma de caramelo, toffee e notas terrosas. Final seco e amargo.

19# RIPA na Chulipa (7% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Saint Bier
Estilo: American Pale Ale
IBU: 50

Por ter na sua composição, além do malte de cevada, rapadura e melado, ganhou a abreviação de RIPA, que significa Rapadura India Pale Ale. Leva uma generosa quantidade de lúpulos norte americanos e alemães. Uma cerveja de aroma herbal e cítrico, sabor equilibrado pelo amargor e dulçor. Final seco.

20# Três Lobos Pele Vermelha (7% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Backer
Estilo: American IPA
IBU: 53

Parte da série extrema, o rótulo conta com casca de laranja em sua composição e é maturada por 60 dias. O resultado é uma bebida com aroma e sabor de malte, caramelo, especiarias e cítrico de laranja. Um bom amargor residual e de longa duração.

21# BadAss (8,5% ABV)

Rogerio Volgarine/ Mesa Na Cozinha

Cervejaria: Urbana
Estilo: Smoked IPA
IBU: 90

O Rótulo feito em parceria com a Cervejaria Serra de Três Pontas pode ser traduzido para o português como ‘Valentão’. A cerveja conta com aroma cítrico de laranja e maltes defumados, com um amargor intenso.

22# Rabo de Arraia (7,5% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Burgman
Estilo: Belgian IPA
IBU: 60

A cerveja, cujo nome faz referência a um tradicional golpe de capoeira, apresenta notas de frutas secas, cravo e tutti-frutti, conferidas pele fermento belga utilizado, e aromas de frutas amarelas e cítricas. Final seco e com amargor presente.

23# Dortmund White IPA (4,5% ABV)

Leonardo Filomeno

Cervejaria: Dortmund
Estilo: White IPA
IBU: 50

O rótulo da cervejaria paulistana combina as especiarias do estilo witbier e o frescor do trigo, com os lúpulos potentes e aromáticos do estilo American IPA. No aroma, um cítrico de casca de laranja, herbal, coentro e malte. No paladar, sabor de mel e um presente amargor do lúpulo. Final seco e persistente. É a primeira White IPA produzida no Brasil.

24# Fucking Beer India Pale Ale (4,8% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Fucking Beer
Estilo: Session IPA
IBU: 45

A cervejaria aposta em uma bebida mais leve e refrescante para entrar no universo das IPA’s. O resultado é um rótulo que leva lúpulos frescos, proporcionando um aroma herbal e cítrico. O amargor está presente, em menor quantidade.

25# Way Brett IPA (6,9% ABV)

Reprodução

Cervejaria: Way
Estilo: IPA
IBU: 65

A cervejaria curitibana apostou em uma IPA nada convencional. A cerveja conta com uma trinca de lúpulos para garantir os aromas e sabores cítricos. Já a fermentação é feita com 100% de Brettanomyces (leveduras selvagens que confere notas ácidas e animalescas à bebida).

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »