Whisky Japonês

Whisky japonês 01

Quando se fala em whisky, temos em mente a tradição escocesa, irlandesa ou os bourbons americanos. Mas, se te falassem que do outro lado do mundo, os japoneses sabem fazer o whisky com tão boa qualidade quanto (ou até melhor) do que esses dois exemplos de cima, você acreditaria?

+ Aprenda a degustar um bom whisky escocês

Confesso que nem eu. Mas foi com essa dúvida na cabeça que fomos ao evento de lançamento da marca Suntory, que chega ao Brasil pela importadora Tradbras para lançar suas bebidas premium. A fábrica japonesa foi eleita a melhor “destilaria do ano” pelo International Spirit Challenge, uma das mais importantes competições de destilados do mundo.

Minha principal curiosidade foi em conhecer os whiskies japoneses, seus processos de fabricação, paladar e aroma. Conheça um pouco mais sobre o destilado oriental que chega por aqui!

“For relaxing times, make it Suntory time!”

Você pode não lembrar, mas um dos contatos mais recentes com a Destilaria Suntory veio com o filme “Encontros e Desencontros” (Lost in Translation, 2003, de Sofia Coppola) onde o ator Bill Murray grava um comercial.

A propaganda, nada mais é do que uma referência da diretora a seu pai, Francis Ford Copolla, que num passado distante filmou – com Akira Kurosawa – uma série de comerciais para o whisky Suntory.

Origem
Whisky japonês 100

O whisky japonês é um descendente do Shochu (Destilado chinês/japonês) que já se fabricava na Ilha de Kyushu desde 1447. Masataka Taketsuru e Shinjiro Torii foram os responsáveis por fundar a sociedade Suntory. Enquanto formava-se em química na universidade de Glasgow (Escócia), Taketsuru apaixonou-se pelo whisky e aprendeu a arte da destilação.

Casado com uma escocesa, voltou para o Japão em 1921 e foi contratado por Shinjiro Torii, que em 1923 fundou a primeira destilaria do Japão perto de Kyoto. Em 1934, Taketsuru fundou a sua própria sociedade, Nikka e instalou a sua primeira destilaria na ilha de Hokkaido.

Semelhanças entre o whisky japonês e o whisky escocês
Whisky japonês 30

Por sua origem, o whisky japonês conserva a mesma tradição do escocês. As técnicas de produção são praticamente as mesmas e as destilarias japonesas importam maltes da Escócia para as misturas dos seus blends.

Mas, com o tempo, os whiskies japoneses ganharam sua própria personalidade, graças à pureza das águas, a presença da turfa no solo de Hokkaido e a alta tecnologia utilizada. Este whisky distingue-se pelo sabor limpo e maltado.

Confira os rótulos que chegam ao país

Kakubin (até 8 anos)
Whisky japonês 50

O whisky mais consumido no Japão atualmente, o Brasil será o primeiro país da América a receber o produto. É a porta de entrada do destilado da companhia e deve ser comparado a um whisky standart (como o Red Label).

Seus maltes têm até oito anos de envelhecimento e a bebida vem em garrafa com design de casco de tartaruga, símbolo da longevidade no Japão. O drink High Ball – que mistura whisky, club soda, limão siciliano e gelo, é uma mania nacional no Japão entre os jovens.

Hakushu (12 anos)
Whisky japonês 60

Já os premiados whiskies Hakushu são produzidos na destilaria de mesmo nome, construída no meio das florestas mais densas do Monte Kaikomagatake, nos Alpes do Sul do Japão.

Os single malt nascidos ali usam água pura da região, obtida pela filtragem da chuva e neve por rochas de granito de mil anos de idade. A variedade 12 anos desta linha está entre os pré-lançamentos da marca.

Hibiki (12 e 17 anos)
Whisky japonês 40

O whisky Hibiki, que já podia ser encontrado no país na versão 17 anos, agora chega com envelhecimento de 12 anos – ambos acabam de ganhar medalha de ouro nas suas respectivas categorias do ISC. Produzido em diferentes tipos de barris, incluindo Mizunara, uma rara variação de carvalho japonês.

Ele foi premiada em quatro ocasiões como melhor blended whisky do mundo no World Whisky Awards (2007, 2008, 2010, 2011) e também ficou famosa pela participação especial no filme Encontros e Desencontros. (Hibiki 17 anos, a partir de R$ 650).

Onde encontrar o whisky japonês:

Lojas

Emporio Dinis
St. Marche
Empório São Paulo
Lojas da Liberdade de outras lojas de conveniencias do RJ e SP

Bar

Fasano

Restaurantes

Aizomê
Rangetsu of Tokyo
Shintori
Shinzushi
Sakagura
Yakitori
Izakaya Issa
Do Culinária

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »