A maconha não é a “porta de entrada” para outras drogas. O álcool, sim!

Créditos: Reprodução

Uma nova pesquisa, realizada por Pesquisadores da Texas A&M University e da Universidade da Florida, pode mudar alguns pontos da afirmação: “a maconha é a porta de entrada para o vício em outras drogas”.

Outros estudos já mostraram que essa frase é uma falácia e, sendo assim, falsa. Mas é a primeira vez que alguém resolveu pesquisar para ver se o álcool não é o verdadeiro culpado.

Os resultados obtidos pelo time de pesquisadores da Texas A&M University e da Universidade da Florida foram divulgados este mês e, para obtê-los, foram ouvidos cerca de 2.835 estudantes nos Estados Unidos.

Os jovens, entrevistados em uma pesquisa anual sobre uso de drogas apoiada pelo governo, contaram quais substâncias eles experimentaram primeiro.

A conclusão? O álcool é a primeira substância ingerida por pessoas que mais tarde apresentam problemas com o uso de drogas.

O relatório “Prioritizing Alcohol Prevention: Establishing Alcohol as the Gateway Drug and Linking Age of First Drink With Illicit Drug Use” – em tradução livre, “Priorizando a Prevenção sobre o Álcool: estabelecendo o álcool como a porta de entrada para o vício em outras drogas e relacionando a idade em que os jovens beberam álcool pela primeira vez ao uso de drogas ilícitas” foi divulgado no início de janeiro de 2016.

Créditos: Reprodução

A pesquisa não buscou entender apenas o uso em excesso do álcool, ela também buscou traçar relações entre os jovens que começavam a beber mais cedo e a probabilidade deles usarem drogas ilegais: “Os entrevistados que começaram a ingerir álcool na sexta série relataram um uso relativamente maior de substâncias ilícitas e também mais frequentes do que aqueles que começaram a ingerir bebida alcoólica na nona série ou mais tarde”.

Ou seja: os jovens não começam a consumir substâncias entorpecentes ou que causam dependência a partir da maconha, eles bebem bastante álcool antes.

Outra descoberta interessante é a de que alunos do terceiro ano do ensino médio costumam consumir, nos Estados Unidos, mais maconha do que cigarros comerciais, mesmo um sendo ilegal e o outro não.

Ainda não está claro em qual nível esses resultados refletem a grande disponibilidade de álcool para o consumo. Como desenvolvemos matérias sobre bebidas alcoólicas, achamos importante indicar o consumo consciente para nossos leitores.

Sendo assim, entre no nosso lema de “Beba menos, beba melhor”. Um consumidor moderado, além de se beneficiar com alguns atributos positivos que as bebidas alcoólicas podem proporcionar, ficam mais distantes de excessos e de recorrer ao uso de drogas ilegais.

 

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »