Como não passar vergonha na festa da firma

Créditos: Movie Plot

Antes do recesso e depois de um ano difícil, a festa da firma surge como a válvula de escape para todas as frustrações e felicidades. Parece que, mesmo depois de tantos anos de formados na escola, ainda somos adolescentes esperando a viagem de fim de ano.

Sempre acostumados a ver a mesma turma em um ambiente de trabalho, com a cabeça repleta de preocupações e projetos, metas e problemas, os funcionários esperam, mesmo sem admitir, o momento de libertação e bebida paga no cartão da empresa: um happy hour prolongado.

Porém, por mais liberal que a sua empresa seja, você ainda está em uma festa com outros funcionários, com o seu chefe, com aquele cara louco para ganhar uma promoção – assim como você – e com colegas do mesmo andar já compromissadas e de aliança no dedo.

Então, como preparar o seu cérebro para essa confusão etílica e profissional sem virar um chato anti-social ou um bêbado que põe tudo a perder ? Descubra abaixo quais são os limites de uma festa da firma saudável para sua carreira profissional!

1 – Garanta presença, mas não dê só uma passadinha

Créditos: Reprodução

 

Você pode não curtir tanto assim a galera do trabalho, ou ser mais tímido mesmo e não querer participar. Porém, de certa forma, a festa de confraternização é um agrado da empresa para manter os funcionários motivados e, se o seu grupo de trabalho não te ver lá, pode achar que você é esnobe e antipático.

Mesmo se você não estiver muito afim de ir, vá e não fique só vinte minutinhos apenas para fazer o “social”. Aproveite pelo menos uma hora e, depois, quem sabe você não se empolga para ficar mais?

2 – Você está sendo observado

Créditos: Movie Plot

 

Não é clichê de filme. Você realmente está sendo observado. Sempre haverá alguém menos alcoolizado ou mais atento e, por isso, suas atitudes podem virar, sim, pauta para cancelar uma promoção. Pois é, o mundo ainda é quadrado e ambiente corporativo, mesmo com álcool, é ambiente corporativo.

Mesmo se o seu colega subir no palco, tirar a camisa e todo mundo rir – inclusive o seu chefe – não faça o mesmo. Você não sabe como as pessoas vão reagir, você não tem ideia de como a mente de cada um ali funciona e ambiente de trabalho é um grande oceano. O peixe maior come os pequenininhos, então, não deixe o whisky te transformar em um peixinho dourado.

3 – Não é lugar para lavar roupa suja

Créditos: Reprodução

 

Não espalhe fofoca sobre o comportamento dos outros depois da festa e também não aproveite o álcool para falar mal de outros funcionários na hora da festa. Seus colegas podem pensar: “se ele está falando mal desse cara agora, por que não falaria mal de mim para os outros?”.

A não ser que você tenha um grande amigo que, por sorte, trabalha no mesmo lugar, separar amizade de relação profissional ainda é uma boa pedida. Liberdade demais pode ser perigoso, sim.

4 – Amigo secreto

amigosecreto

 

Se for rolar amigo secreto, participe. Se existir lista de valores, participe. Se o valor for um pouco alto e ninguém iniciou uma discussão sobre o custo médio dos presentes, sugira algo mais em conta, mas não deixe de participar.

5 – A pegação fica para depois?

Créditos: Reprodução

 

A gente sabe: vai rolar pegação. Sempre rola pegação. Mas, na hora de ficar com alguém, tenha em mente: essa pessoa trabalha comigo. Eu realmente quero isso ou é o álcool falando?

Provavelmente você já flerta com alguém no escritório e sabe que vai encontrar essa pessoa por lá. Se quiser beijar, seja discreto, e, de verdade: se ela não quiser, não force a barra e nem seja babaca.

Às vezes, muita gente acha que alguém está dando em cima porque a pessoa foi simpática ou porque costuma chamar o colega pra almoçar. Porém, é preciso lembrar que ambos trabalham juntos e, se ela é simpática e chama alguém para almoçar, pode ser simplesmente um jeito de criar um ambiente agradável e ter um colega ali dentro.

Então, caso você chegue em alguma colega e ela diga não, não vire um babaca com ela no dia seguinte no escritório. O mesmo, inclusive, vale se você realmente pegou a menina.

Essas são apenas algumas das dicas para ter uma festa legal sem passar vergonha quando voltar para o trabalho.

Cada empresa possui uma norma específica como, por exemplo, não permitir a entrada de acompanhantes, maridos ou esposas e filhos. Fique atento aos avisos gerais nos dias anteriores à festa e divirta-se!

Comentários

Importante - Os comentários realizados nesse artigo são de inteira responsabilidade do autor (você), antes de expressar sua opinião sobre temas sensíveis, leia nossos termos de uso

Recomendado para você

Populares

Parceiros

Estilo e Moda Masculina para o Homem Moderno
A gente também pode
Fique por dentro de todas as novidades do blog
O primeiro e maior blog de engenharia do Brasil
Caderno de receitas, culinária prática e rápida
Bom Humor e Boa Bebida Liberados!
A Bartender Store é referência no seguimento de Coquetelaria e Bares por oferecer diversos produtos e serviços voltados para um público diverso e cada vez mais exigente
Inspiração para homens que querem ter uma casa ou home-office com identidade e que reflita a sua personalidade
esporte de um jeito diferente
Homem também tem que ter estilo
Pausa para Nerdices - Sua dose diária de entreterimento
Tudo sobre seu carro
Fique por dentro de tudo que acontece no Manual do Homem Moderno.

Cadastre-se e receba semanalmente os principais destaques do Universo Masculino »